Agente penitenciário e dois presos morrem em rebelião após tentativa de fuga em presídio de Luziânia

Fonte: A A A

Agente penitenciário e dois presos morrem em rebelião após tentativa de fuga em presídio de Luziânia

Um agente penitenciário e dois preseos morreram durante uma rebelião na Casa de Prisão Provisória de Luziânia, na região leste do Estado. Uma tentativa frustrada de fuga na noite deste domingo (10) deu início ao motim que terminou na manhã desta segunda-feira (11).

Segundo o Presidente da Associação dos Servidores do Sistema Prisional do Estado de Goiás (Aspego), Jorimar Bastos, houve a tentativa de fuga e os agentes interviram. Com isso, teve início a rebelião. Um agente foi baleado na perna e liberado para receber atendimento médico. O estado de saúde do servidor é estável.

Ainda de acordo com o Jorimar, a unidade prisional tem capacidade para 80 presos, mas abriga 380 detentos e somente três agentes estavam de plantão. “A categoria está consternada e apreensiva. Essa situação não será tolerada e a categoria poderá entrar em greve nos próximos dias”, pontuou.

Leia abaixo a nota de repúdio da Aspego

“Aconteceu hoje uma rebelião na casa de prisão provisória de Luziânia. Guerreiro Vigilante penitenciário veio a óbito e outro ferido por presos. Governo omisso, silente e consciente, sabe de toas as mazelas, vê e concorda com essa situação caótica do sistema prisional goiano. Brinca com vidas humanas, usa política pra gerir um sistema de alta complexidade. Tudo para implantar as famosas O.S.. Infelizmente o dinheiro está além do bem maior, a coletividade. Que tristeza e frustação. Temos pena do Secretário de Segurança Pública um grande gestor de mãos atadas pela política imperita e imprópria. Hoje morreu mais um guerreiro irmão e o Estado comemora o caos. Vamos reagir irmãos, população goiana. Hoje foi um herói amanhã pode ser vocês. Até quando tolerar o poder político ante a técnica? Chegaaa! A Aspego repudia ação do governo. Permitir que 1 servidor tome conta de 100 presos é sentença de morte em vida. Colegas gestores chega de assumir o ônus do Estado. Vamos mudar essa situação. Deus tenha misericórdia de nós… união para mudar já!!! Servidores efetivos e competentes. Vamos a luta”

Em nota, a Seap falou sobre a rebelião em Luziânia. Leia abaixo:

A Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap) informa que, por volta das 9h30 desta segunda-feira (11/09), foi controlada rebelião que teve início na noite de domingo (10/09) na unidade prisional de Luziânia. Por volta das 23h30, um preso simulou que estava passando mal. No momento em que prestavam atendimento, dois servidores de plantão foram rendidos e desarmados pelos presos. Durante a rebelião, três detentos foram assassinados. Os dois servidores ficaram feridos, sendo que um deles veio a óbito posteriormente. Ainda na madrugada desta segunda-feira (11/9) começaram as negociações, devidamente acompanhada por membros do Ministério Público de Goiás e Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-Goiás), com o intuito de conter o ato. Tão logo obtenha novas informações, a Seap atualizará a presente nota.

Superintendência Executiva de Administração Penitenciária (Seap)

Fuga

Em Crixás, sete presos fugiram do presídio na noite deste domingo (10). Os detentos renderam os agentes e escaparam. Até a amanhã desta segunda-feira (11) nenhum deles havia sido recapturado.

Fonte: Redação O POPULAR

Fonte: A A A
Publicado em 11/09/2017 | |

Compartilhe